Crédito imagem: Google
A Sociedade Esportiva Palmeiras sagrou-se campeã com anteceipação do Campeonato Brasileiro de 2.016 em vitória simples de 1 X 0 sobre a Chapecoense. Queria o destino porém, que na noite posterior a derrota, o bravo time da Chapecoense, fosse vitimada em quase sua totalidade, deste trágico acidente aéreo. O grito de campeão, parou no ar, na garganta dos torcedores palmeirenses, que vestiram a camisa da Chape, como é carinhosamente conhecida a Chapecoense, que agora adotaram como todos os amantes do esporte, como o segundo time do coração. esse grito parou no ar, a vibração foi contida, a comemoração foi a consternação e como se só isso não bastasse, na calada da noite, sobre coluio, sobre bravatas, negociatas e outros adjetivos, um grupo que infelizmente foi levado ao poder por votos populares, mas mais por falta de opção e conhecimento político de nossos eleitores, outra tragédia foi anunciada, a da tentativa de calar nosso judiciário, que concordo, não ser o dos melhores, de não ser o dos mais honestos, mas em um momento onde alguns estão tentando, o que até então eu mesmo achava muito difícil de acontecer, colocar políticos corruptos na cadeia, donos de empreiteiras atrás das grades, repatriação de propinas pagas e dinheiro público desviado ao exterior, esses ditos “representantes” do povo, mas sim apenas de seus interesses pessoais e partidários, aprovaram medidas que buscam cercear nossos magistrados, promotores e a própria Lava Jato.